Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Liberdade aos 42

Liberdade aos 42

31
Out22

Alimentos de A a Z... Vinagre


Na sequência da rubrica "Alimentos de A a Z", hoje, apresento-vos o vinagre.

Alimentos de A a Z_vinagre.jpg

O vinagre pode ser feito a partir de vinhos, como o vinagre branco, tinto ou balsâmico, ou a partir do arroz, trigo e de algumas frutas, podendo ser usado para temperar carnes, saldas e sobremesas ou ser adicionado a sumos.

O vinagre tem uma acção antibacteriana, ajuda a melhorar a digestão, a regular o açúcar no sangue, favorece a perda de peso, ajuda a regular o metabolismo das gorduras e actua como antioxidante, contribuindo para a prevenção de doenças.

Na Idade Média o vinagre era utilizado para estimular o metabolismo do ser humano porque, como o ácido acético estimula a produção de enzimas digestivas, era utilizado para promover um melhor aproveitamento dos nutrientes pelo organismo.

O vinagre branco ou vinagre de álcool é produzido a partir da fermentação de álcool de malte, milho ou cana de açúcar, tem uma cor transparente e é comumente usado como tempero para carnes e saladas, sendo uma boa opção para reduzir a quantidade de sal usada para dar sabor aos alimentos.

Também é muito usado na higienização de frutas e legumes, além de poder actuar como amaciador de roupas, tira mofo e neutralizador de cheiros, especialmente de recipientes plásticos que armazenaram comida e de urina de animais em tapetes e colchões. 

Os mais conhecidos são os vinagres de maçã (sidra) e de uva, mas também é possível fazer vinagres a partir de outras frutas, como kiwi, framboesa, maracujá e cana de açúcar.

O vinagre de maçã é rico em antioxidantes e em nutrientes como fósforo, potássio, vitamina C e magnésio, enquanto o vinagre de uva, também conhecido como vinagre de vinho tinto, contém os antioxidantes das uvas roxas, que melhoram a saúde do coração e fortalecem o sistema imunológico.

O vinagre balsâmico tem cor bastante escura e consistência mais densa, possuindo um sabor agridoce que normalmente é usado como tempero de saladas de vegetais, carnes, peixes e molhos. É feito a partir da uva, e confere os benefícios dos antioxidantes desta fruta, como melhoria do controlo do colesterol, prevenção de doenças cardiovasculares e prevenção do envelhecimento precoce.

O vinagre de arroz tem a vantagem de não conter sódio, um mineral que compõe o sal de cozinha e que é o responsável pelo aumento da pressão arterial, podendo ser consumido com maior frequência por pessoas com hipertensão. Além disso, também pode conter antioxidantes (que ajudam na prevenção de doenças) e aminoácidos (que são partes de proteínas que melhoram o funcionamento do organismo). A sua maior utilização é no sushi, pois faz parte dos ingredientes usados na preparação do arroz.

 

Benefícios associados ao consumo

Devido às suas propriedades antifúngicas e antibacterianas, o vinagre foi usado por muito tempo como produto de limpeza e desinfecção de feridas. 

Além disso, o vinagre é usado para manter vegetais em conserva, ajudando também a dar um novo sabor ao alimento. Também garante uma boa acidez no estômago, o que facilita a digestão e previne infecções intestinais, pois a acidez do estômago ajuda a matar fungos e bactérias que podem estar nos alimentos.

Os efeitos antiglicémicos do vinagre de sidra estão amplamente documentados. A diabetes tipo 2 é uma doença que se caracteriza pelo aumento da glicose no sangue devido a uma resistência à acção da insulina ou à incapacidade do organismo produzir esta hormona. O vinagre de sidra bloqueia a digestão total dos hidratos de carbono, reduzindo a glicemia sanguínea apos as refeições e melhorando a sensibilidade à insulina. 

O vinagre de sidra contem fitoquímicos que protegem as moléculas de LDL da oxidação, uma etapa determinante na doença cardíaca.

Por todas estas razões, ao utilizar este vinagre, além de obter um paladar diferente, agradável e frutado, está a beneficiar o seu organismo. No entanto não o beba puro. As doses comuns variam entre 1 colher de chá de vinagre até 1 colher de sopa por dia, diluído num copo de água. Para a maioria das pessoas o sabor do vinagre com a água torna-se mais agradável quando se adiciona um pouco de mel.

 

Sugestões de utilização:

Atum braseado com redução de vinagre balsâmico

Bifes de perú grelhados com vinagre balsâmico

Bolo de vinagre

Bolo de vinagre super fofo

Borrego com redução de vinagre e menta

Cavala em molho vilão

Chocos grelhados com molho vinagrete

Chutney de alperce

Chutney de tomate

Compota salgada de pêra rocha

Crumble de maçã e pêra com vinagre balsâmico

Espetadas de frango com vinagre de Sidra

Gaspacho alentejano

Medalhões de salmão no forno com mel e vinagre balsâmico

Pavlova de morangos macerados em vinagre balsâmico, baunilha e manjericão

Pesto de pimento assado

Queijo de cabra com avelã e vinagrete de pimento

Salada de batata com molho vinagrete

Salada fresca com vinagrete de framboesas

Salmão com vinagrete de coentros

Tacos de atum com vinagrete de cebola roxa

Vinagrete balsâmico com mostarda e mel

 

Vinagre de Sidra - Benefícios | Celeiro

Vinagre de sidra: quais os benefícios (reais!) para a saúde e perda de peso? (vidaativa.pt)

4 Tipos de Vinagre e seus benefícios - Tua Saúde (tuasaude.com)

Vinagre de Vinho: tempero de sonho | Tipos de vinho | Continente

 

24
Out22

Alimentos de A a Z... Uva


Na sequência da rubrica "Alimentos de A a Z", hoje, apresento-vos a uva.

Alimentos de A a Z_uva.jpg

As inúmeras variedades de uva apresentam características distintas na forma, tamanho, tonalidade e sabor. Regra geral, os bagos têm uma forma redonda ou oval, possuem uma polpa semi-translúcida coberta por uma pele fina e a coloração varia entre o verde, vermelho e roxo escuro (uva preta).

De acordo com a forma como serão consumidas as uvas podem ser consideradas: 

  • Uvas de mesa – para consumo directo. Para terem esta classificação precisam de cumprir vários requisitos padrão relativos ao tamanho, coloração e forma, por exemplo;
  • Uvas de vinho – utilizadas na produção de vinho.

O processo de maturação da uva depende da variedade e da zona de cultivo e o momento de colheita estende-se desde o final do verão até ao princípio do inverno, normalmente entre setembro e novembro.

Pensa-se que a uva seja originária da Ásia, mas o seu cultivo teve o apogeu nas antigas civilizações Romana e Grega com o principal objectivo de produzir vinho. O seu cultivo foi ainda potenciado pelo facto desta bebida desempenhar um papel importante na religião cristã.

A uva pode ser considerada uma das frutas mais saborosas e mais saudáveis. Por isso, é uma das frutas mais populares por todo o mundo, pode apresentar várias cores, cada uma delas atraente e vibrante, em cachos pequenos, e são consumidas cruas, quando maduras. Além disso pode ser usada em vários doces, geleias, sumos, vinhos e xaropes. Quando as uvas ficam secas passam a designar-se de uvas passas ou passas de uva.

As uvas têm cerca de 80% de água e o seu conteúdo em , principalmente frutose e glicose, é o maior responsável pelo seu , cerca de 80 kcal/100g. 

O mineral cujo teor mais se destaca é o , tendo ainda um moderado teor de  e . Do grupo das  destaca-se o teor de  e, na uva preta, é de realçar também o teor em carotenos (pro-). A uva é ainda rica em  benéficos ao organismo, nomeadamente as antocianinas quercetina e .

 

Benefícios associados ao consumo

As uvas são conhecidas por serem um óptimo fruto para o coração. Isso porque, a uva aumenta o nível de óxido nítrico no sangue, que por sua vez irá reduzir a coagulação do sangue. As uvas são ricas em antioxidantes que ajudam na redução do processo de oxidação do mau colesterol. Pterostilbeno está presente nas uvas que pode também reduzir o nível de colesterol. Resveratrol e quercetina são os flavonóides, que atuam como poderosos antioxidantes, ajudando na protecção das paredes das artérias. O resveratrol reduz as actividades da hormona angiotensina, que pode aumentar a pressão arterial, reduzindo a largura das paredes das artérias. Estes antioxidantes também inibem os danos que podem ser provocados por radicais livres, limpando assim as toxinas do sangue.

A uva ajuda a prevenir a obstipação: é conhecida como um laxante devido à presença de ácido orgânico e de celulose. As uvas são ricas em fibra dietética que as torna potentes na limpeza do trato intestinal. São conhecidas para acalmar a membrana intestinal e estômago. A fibra insolúvel pode ajudar na formação de grandes quantidades e pode promover a excreção saudável.

A uva tem um alto teor de antioxidantes o que faz com que seja considerada uma fruta anti-cancro. O resveratrol existente na uva ajuda a reduzir o metabolismo de células cancerígenas. A uva mostrou ser bastante eficaz na prevenção do cancro de mama,  próstata, pele e intestino.

As proantocianidinas, outros antioxidantes presentes na uva também são eficazes contra o cancro, visto que ajudam a evitar o processo de oxidação causado ​​por radicais livres. 

A uva podem atrasar o aparecimento da doença de Alzheimer. O resveratrol encontrado nas uvas pode ajudar a retardar o processo de degeneração das células cerebrais e os danos que ocorrem devido aos radicais livres e a reduzir o nível de peptídeos amilóide-beta em doentes que sofrem de doença de Alzheimer.

A uva é uma excelente fruta para a saúde dos olhos por causa dos antioxidantes presentes que ajudam na redução de ocorrência de doenças tais como a degeneração macular e catarata. Estes antioxidantes também impedem o processo de oxidação e perda de visão.

As uvas são uma fonte de vitamina C e antioxidantes, o que as torna uma fruta maravilha para a saúde da pele. Os antioxidantes presentes nas uvas podem evitar o processo de oxidação dos radicais livres, evitando assim o envelhecimento, rugas, acne e manchas escuras. A vitamina C melhora o processo de digestão, que, eventualmente, ajuda na eliminação de toxinas do corpo. As uvas são também anti-microbianas e anti-inflamatórias. 

 

Como comprar e conservar

Uma vez que esta fruta não melhora o seu sabor depois de colhida, deve escolher uvas encorpadas, não enrugadas e a sua estrutura deve estar intacta, sem manchas ou mazelas, não devem libertar sumo, com os bagos firmemente presos ao caule.

A coloração da uva reflecte a sua maturação e doçura. A uva amarela deve apresentar uma tonalidade ligeiramente dourada, a uva vermelha deve ter uma cor uniforme e a uva preta deve ter uma cor bastante escura.

As uvas têm um período de vida de, aproximadamente, 2 dias quando armazenadas à temperatura ambiente, deteriorando-se muito facilmente. Assim, devem ser idealmente conservadas no frigorífico, em recipiente fechado, onde poderão durar até 7 dias.

 

Sugestões de utilização:

Bife da vazia Angus com uvas e queijo de cabra

Bolo de banana, aveia e passas de uva

Chá frio com meloa e uva

Cheesecake de uva e limão

Clafoutis de uvas

Coelho com uvas

Compota de uvas

Crumble de quinoa, uvas e cardamomo

Doce de uvas

Lombinho de porco com uvas

Panacota com salada de uvas e manga

Salada de batata com uvas e perú fumado

Salada de frango e uvas

Salada de pepino com tomate seco e uvas

Salmão com gengibre e uvas

Secretos de porco com uvas

Tarte de mascarpone e uvas

Tartelettes de uvas

 

Os 10 benefícios da Uva - Frutas do Cávado (frutasdocavado.com)

Uva | NESTLÉ (nestle.pt)

Receita Deliciosa de: 5 doces com uvas - Teleculinaria

Ingrediente Rei - UVA - Teleculinaria

 

Pág. 1/4

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub