Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Liberdade aos 42

Liberdade aos 42

05
Jun20

A Liberdade de... Charneca em flor


Quem, como eu, nasceu num país democrático e livre corre o risco de considerar o valor da liberdade como um dado adquirido. Só que continua a ser importante e necessário lutar por ela todos os dias. A liberdade de que usufruímos é muito mais frágil do que aquilo que se pode imaginar. Aliás, tivemos um vislumbre disso mesmo com a recente imposição do estado de emergência por razões sanitárias. Não ponho em questão que aquela medida era necessária mas não deixou de ser uma forma de limitação dos nossos actos.

Agora estamos a reconquistar a nossa liberdade a pouco e pouco só que isso implica igual responsabilidade. Um pouco como faziam os nossos pais quando éramos adolescentes e queríamos começar a sair. Ao nos darem esse privilégio, os pais exigiam, e muito bem, que fossemos responsáveis nos nossos consumos e nas nossas atitudes. Quando olho à minha volta, vejo duas formas de actuação por parte das pessoas no que diz respeito ao desconfinamento. Há quem se comporte como adulto responsável continuando a seguir as recomendações das autoridades de saúde e há quem seja adolescente rebelde, independentemente da idade, que vai tentando esticar a corda para ver até onde pode ir.

Seja em que aspecto fôr, eu tento viver a minha vida de acordo com a célebre máxima, “A minha liberdade termina onde começa a liberdade do outro”. O meu direito de ser livre não pode perturbar o mesmo direito do meu semelhante. Os direitos implicam sempre deveres. No meu entender, para se ser livre com plenos direitos também temos que saber respeitar os outros bem como o seu espaço e o seu direito de viverem a sua própria liberdade. Se todos os seres humanos olhassem para a vida com esta mesma atitude, haveria muito menos problemas sociais e viveríamos todos num mundo melhor. Um mundo verdadeiramente livre. Como diz a canção do Sérgio Godinho, Só há liberdade a sério/Quando houver/A paz, o pão/Habitação/Saúde, educação”.

 

Texto da autoria de: Charneca em flor

 

33 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub