Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Liberdade aos 42

Liberdade aos 42

07
Ago20

A Liberdade de... Dr. Doutor


ship-bottle_1204-315.jpg

 

Quero a paz dessa fotografia:

Um sol a deitar-se cansado

Sob um céu rendido, dourado,

Ao fim de um dia

Na praia…

Quero a paz dessa fotografia:

O mar e uma garrafa de vidro,

Um barco preso, perdido,

Sem nada já que o atraia,

Sem mais que navegar…

Quero a paz dessa fotografia:

Mas quero a garrafa quebrada

A metade, virada para o mar…

A areia e o anúncio do fim,

Nada me tire a vontade

de auscultar a verdade e enfim…

me encontrar…

Ah!... Quero a paz dessa fotografia…

E porque amanhã nasce outro dia,

Também quero

A liberdade.

 

Quando a MJP me propôs para escrever sobre “liberdade”… Eu acho que nunca pensamos bem sobre este tema. Não é uma coisa que ande na nossa cabeça o dia inteiro. Nunca nenhum de nós sabe bem dizer o que é ser livre. Realmente livre. “Sentir-se livre”. É tudo muito relativo.

Então quando finalmente paramos para pensar, talvez nos sintamos como um barco numa garrafa. Que podia ser diferente. Mas não! A sensação de "falta de liberdade" não depende da areia, nem do fim do dia, nem da praia, nem do mar que é bravo, nem do vidro da garrafa… Vejam, a garrafa é transparente!

A liberdade é um barco que nós capitaneamos.

 

Texto da autoria de: Dr. Doutor

 

32 comentários

Comentar post

Pág. 1/2