Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Liberdade aos 42

Liberdade aos 42

04
Set20

A Liberdade de... Viajar porque sim!


Momentos de liberdade

 

Subir o Erg Chebbi à tardinha, os pés a afundarem-se na areia, a sombra das dunas a projectar-se na encosta. Sentar-me a descansar, olhar o mar de areia até onde a vista alcança, e sentir-me muito pequenina.

 

Merzouga - Erg Chebbi.jpgMerzouga - Erg Chebbi

 

Descer até à Lagoa do Congro, em São Miguel, entre árvores tão altas que não deixam o sol passar. O cheiro a terra, musgo e húmus é avassalador. Só se ouve o estalar das folhas e dos ramos, e um outro pássaro que pia de vez em quando. Até o som dos passos é abafado. E depois ver a lagoa, e perceber uma vez mais que a natureza é perfeita.

Tomar o pequeno-almoço na varanda do apartamento em Seget Donji, com o sol a transformar em espelho a água do Adriático, e em mancha negra as formas arredondadas da ilha vizinha. Lá em baixo, a praia desenha-se em curvas suaves de areia cor de pérola, e a mancha turquesa de uma piscina chama por mim. Fechar os olhos e sentir o prazer do dolce far niente dos dias de férias.

 

Seget Donji.jpgSeget Donji

 

Passear sob os chapéus coloridos que cobrem as ruas de Águeda no Verão e me fazem ter vontade de dançar, iluminada por mil cores que me pintam de felicidade.

***

Em viagem sinto-me como se não tivesse limites. Não é que não os tenha – eles estão lá, são vários e de vária ordem. Mas é o meu estado de espírito.

É quando viajo que me sinto realmente livre.

Ana CB / Agosto 2020

 

Texto e fotos da autoria de: Viajar porque sim

 

16 comentários

Comentar post