Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Liberdade aos 42

Liberdade aos 42

02
Mai19

A Magia do AMOR...


Bom dia Pessoas Lindas e Maravilhosas!

Hoje, vou partilhar convosco um dos acontecimentos mais traumáticos (e marcantes) da minha Vida... tinha, eu, 8 anos...

Passados mais de 30... ainda me vêm as lágrimas aos olhos, sempre, que recordo este episódio...

(Regressando ao passado para contextualizar...)

Sou filha única, de pais “serôdios”(40+)... cresci (livremente) numa quinta gigantesca, onde não havia mais crianças por perto (apenas, um primo, da minha idade, me visitava regularmente...). Os meus AMIGOS eram os animais (que aprendi a AMAR, a respeitar e a proteger, desde que me lembro de existir...)

De entre todos os animais... os meus preferidos, sempre, foram os patos... sobretudo, os bebés (quem resiste a um patinho bebé?!)...

Regularmente (mensalmente) acompanhava os meus pais à feira e... pedia que me comprassem um patinho bebé... lamentavelmente... acabavam, sempre, por ficar dontes e morrer... e eu... lavada em lágrimas!!!...

Para me pouparem ao sofrimento (da perda), os meus pais começaram a não querer comprar mais patinhos... mas, quando perceberam que a (minha) tristeza de não os poder levar para casa era, ainda, superior à tristeza de os perder, continuaram a satisfazer o meu pedido (como eram, humildemente sábios, os meus pais!!!)...

Até que, um dia, fomos visitar uns amigos dos meus pais (no Alentejo), que tinham imensos gansos (inclusive, gansos bebés!!!)... fiquei maravilhada... passei o dia inteiro a observá-los... e, quando os adultos (os meus pais e os amigos) se aperceberam, eu tinha um gansinho bebé a dormir no meu colo (sob o olhar atento e complacente dos “pais gansos”)... os amigos dos meus pais ficaram incrédulos e preocupados (porque os gansos são muito “agressivos”)!!!

Então... os meus pais contaram o quanto eu gostava dos ditos animais... e... essa amiga dos meus pais ofereceu-me um casal de gansos já (quase) adultos...

Escusado será dizer que nos tornámos inseparáveis (eles comiam na minha mão e adormeciam no meu colo)... cresceram e tiveram a sua primeira ninhada (7 gansinhos lindos, que eu ajudei a nascer!!!)...

Um dia... aconteceu uma tragédia!!!... cães vadios invadiram a quinta e atacaram os meus gansos... quando me apercebi... corri para os salvar (sem pensar, claro, que os cães também me poderiam atacar a mim!)... pelos nossos AMIGOS, arriscamos a nossa Vida!!!

O resultado foi trágico... 3 filhotes mortos e a “mãe gansa” gravemente ferida (com enormes buracos no pescoço)...

Trouxe-a (ao colo) para casa, a chorar compulsivamente... (a minha mãe ficou super assustada quando lhe contei o que havia sucedido)...

Ao observar o animal, a minha mãe, tentou acalmar-me e preparar-me para a inevitabilidade da sua morte...

Mas... eu disse que ía salvá-la!!!... fui à caixa da costura, tirei uma agulha e uma linha branca e costurei as feridas (enquanto o fazia... as lágrimas escorriam pelo meu rosto, molhando-lhe as penas...)!

Durante 5 dias (os últimos da sua Vida), eu passei todas as horas a seu lado, tentando que comesse e bebesse e dando-lhe muitos beijinhos (dormia ao seu lado)... quando morreu... fiquei destroçada!!!

Agora... que reflicto sobre a situação... não sei explicar como aquele animal resistiu durante 5 dias...

Só me ocorre pensar que, de facto, nada se compara ao Poder do AMOR!

Acreditem na “Magia”... e... espalhem (o vosso) AMOR pelo Mundo!

 

36 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub