Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Liberdade aos 42

... a vida depois da enfermagem...

Liberdade aos 42

... a vida depois da enfermagem...

22
Abr19

Agridoce...


 

Quando perdemos os nossos pais, o mundo parece-nos mais pequeno... talvez, pelo facto de percebermos que somos a geração que lhes sucede, ou seja, (teoricamente) a próxima a partir

 

Tomamos consciência da finitude e dos limites do tempo e do espaço que ocupamos…

 

Passamos a apreciar a Vida com outros olhos, outra sabedoria…

 

Aprendemos a valorizar o tempo e o que fazemos com ele, tornando-se o nosso capital mais precioso…

 

Queremos, “apenas”, deixar uma marca indelével nos corações de quem amamos…

 

Hoje… o sentimento é agridoce…

 

O calendário assinala o aniversário de uma pessoa muito especial (das que mais amo) e... quero (muito) celebrar a sua Vida… mas… é, também, o dia em que se cumpre o (primeiro) aniversário da morte da minha Mãe…

 

Escolho celebrar a Vida, de coração pleno de AMOR, mas apertado de saudade…

 

20 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D