Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Liberdade aos 42

Liberdade aos 42

17
Ago20

Alimentos de A a Z... Amendoim


Bom dia a tod@s!

No seguimento da rubrica "Alimentos de A a Z", hoje, apresento-vos o amendoim.

 

Alimentos de A a Z_amendoim.gif

 

O amendoim é um fruto seco muito apreciado e popular. É ingrediente de alguns produtos de pastelaria e é a partir dele que se pode obter a manteiga de amendoim.

Os amendoins comercializam-se crus ou tostados, salgados, caramelizados, picantes... Podem ser consumidos como aperitivo ou formando parte de grande variedade de pratos. São utilizados para a obtenção de farinha que, misturada com a de trigo, se emprega no fabrico de pão, bolachas e outros produtos de pastelaria.

Dos amendoins também se pode extrair óleo, muito utilizado na gastronomia portuguesa. 

Os frutos secos possuem um elevado valor calórico e por esse motivo o seu consumo deve ser controlado.

 

O amendoim é um excelente alimento que quando consumido com moderação, devido ao seu valor energético, pode constituir uma boa fonte de diversos minerais, vitaminas e fitoquímicos com propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias na nossa alimentação. Surpreendentemente, o seu valor nutricional é ainda pouco conhecido.

Na composição do amendoim podemos encontrar mais de 20 aminoácidos (100g de amendoim fornecem aprox. 28g de proteína), polifenóis, diversos antioxidantes, vitaminas e minerais. Entre as vitaminas destacam-se a Vitamina E, os folatos e as vitaminas do complexo B, em particular a niacina (Vit. B3) e a vitamina B6. Nos minerais, o amendoim é uma fonte interessante de magnésio, fósforo, potássio, zinco, cobre e manganésio. Recentemente descobriu-se que na sua composição existem ainda resveratrol (um polifenol que pode ser encontrado na película das uvas pretas e no vinho tinto), ácidos fenólicos, flavonóides e fitoesteróis que podem ter um papel importante na regulação do colesterol e na proteção celular. No seu todo, os minerais, vitaminas e substâncias químicas presentes possuem um elevado potencial antioxidante e anti-inflamatório podendo ser muito importantes na luta contra os radicais livres de oxigénio que parecem estar na base da doença cardiovascular e oncológica.

Ainda por cima, os amendoins quando vão ao forno parecem ficar com concentrações aumentadas destes compostos com propriedades bioactivas.

Por outro lado, as gorduras presentes no amendoim, essencialmente insaturadas (mono e poli), podem ter um papel interessante na redução das lipoproteínas de baixa densidade (LDL-C) também conhecido como o “colesterol mau” e na proteção cardíaca, podendo ser mais uma alternativa interessante à gordura de origem animal, como a manteiga, para barrar o pão, por ex.

O amendoim possui diversos aminoácidos, mas falta-lhe a L-metionina, um aminoácido essencial. Este aminoácido encontra-se no pão, em particular no pão integral e noutros cereais integrais. Assim, a manteiga de amendoim e o pão integral, complementam-se bem como fonte proteica.

 

Informação Nutricional
 
Composição nutricional
(100g de parte edível)
Amendoim
Energia (kcal)589
Proteínas (g)25,4
 (g)47,7
 (g)10,1
Fibra (g)8,8
 (mg)0,9
 (mg)0,13
 (mg)180
 (mg)7
 (mg)680

g = grama; mg = miligrama e µg = micrograma. Parte Edível = diz respeito ao peso do alimento que é consumido depois de rejeitados todos os desperdícios. Fonte: Tabela da Composição de Alimentos – Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge.

 

Devido ao seu elevado valor calórico, o amendoim e em particular a manteiga de amendoim, devem ser consumidos com bastante moderação. Mas podem ser uma excelente opção com elevado valor nutricional face a outras gorduras de origem animal. E uma alternativa energética nos regimes vegetarianos e não só. Um dos grandes problemas da manteiga de amendoim pode ser ainda a sua elevada quantidade em sal e gorduras adicionadas no processo de fabrico, mas a manteiga de amendoim pode ser facilmente produzida em casa, com menor custo, teores de sal reduzidos e sem adição de gordura.

O amendoim é um alimento que gera diversos benefícios, mas deve ter-se em conta que, para os obter, é necessário que se faça um consumo relativamente regular de amendoim e também moderado. Comer amendoins em excesso pode levar a que não se obtenha o retorno desejado.

São muitas as pessoas que têm vindo a aderir à moda dos ginásios. Para os adeptos da actividade física, o amendoim também pode revelar-se um bom aliado, sendo uma fonte de energia que é importante, pois permite melhorar o desempenho na actividade. Além de favorecer a recuperação muscular, também auxilia a atingir os objectivos de quem treina, pois promove a hipertrofia. A presença de magnésio e potássio permite a este alimento contribuir para manter a saúde dos músculos e ainda favorecer a contração muscular.

O amendoim também é rico em antioxidantes (que previnem o envelhecimento precoce), triptofano, um aminoácido essencial (que favorece a produção de hormonas do bem-estar, o que permite diminuir o stress acumulado e melhorar o humor)ácido fólico (que contribui para diminuir o risco de malformação fetal) e previne a anemia.

 

O amendoim deve ser evitado por quem tem pele oleosa, nomeadamente na adolescência, pois este alimento pode mesmo agravar a oleosidade da pele e os problemas de acne. Outro problema que o consumo de amendoim pode causar é azia.

 

Como comprar e conservar:

O amendoim é um fruto seco que não corre grandes riscos de contaminação e por esse motivo não são requeridos grandes cuidados na sua conservação. Basta apenas que se mantenha num recipiente fechado, em ambiente fresco e seco, de forma a aumentar o seu tempo de prateleira.

O amendoim pode ser útil para a saúde, mas na cozinha também o é. Pode comprá-lo cru e depois em casa optar por torrá-lo, colocando no forno por 10 minutos, uma boa opção é criar uma pasta. Basta colocar o amendoim no liquidificador e triturá-lo até ter uma consistência cremosa.

Por isso, apesar de idealmente poder ser consumido fresco e cru são várias as criações gastronómicas que recorrem a este ingrediente para fornecer aquele toque especial aos pratos. As sobremesas são as que mais usam o amendoim, pois as suas características tornam-no num alimento particularmente enriquecedor para bolos, chocolates e doçarias.

 

https://nutrimento.pt/noticias/o-amendoim-e-a-saude/

https://ncultura.pt/conheca-os-beneficios-do-amendoim/

https://saboreiaavida.nestle.pt/bem-estar/amendoim#gs.dm9sm0

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub