Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Liberdade aos 42

Liberdade aos 42

28
Set20

Alimentos de A a Z... Avelã


No seguimento da rubrica "Alimentos de A a Z", hoje, apresento-vos a avelã.

 

Alimentos de A a Z_avelã.gif

 

A aveleira (Corylus avellana L.), da família das coriláceas (betuláceas), é um arbusto alto, podendo atingir cerca de cinco metros de altura. Cresce um pouco por toda a Europa (excepto no extremo norte do continente), na Ásia ocidental e central e no norte de África.

Em Portugal, é cultivada sobretudo na região norte. Encontra-se em matas e bosques, mas também em parques e jardins, margens de riachos e sebes. A maioria dos portugueses adquire-as já prontas a comer. No final de 2016, um estudo que resulta da análise de 29 investigações internacionais, publicado pelo jornal médico BMC Medicine, evidenciou os benefícios do consumo avelãs, nomeadamente, a diminuição do risco de doença cardiovascular e da mortalidade associada a cancro, doenças respiratórias, diabetes e infecções. Os especialistas recomendam a ingestão de 20 gramas por dia.

As avelãs eram já conhecidas e muito utilizadas na antiguidade. Existem vários documentos egípcios onde a avelã era mencionada como tendo propriedades terapêuticas, tanto o fruto como o óleo extraído ou as próprias folhas. Sabe-se, também, que fazia parte da alimentação dos povos pré-históricos, existindo já na era terciária, tendo-se encontrado numerosos fósseis de folhas e resíduos de frutos em túmulos neolíticos.

Era muito apreciada por gregos e romanos. Na China, este fruto é cultivado há mais de 5.000 anos. Outrora acreditava-se que uma haste de aveleira em forquilha tinha poderes sobrenaturais, uma crença que perdurou durante anos e anos. Os romanos descrevem as qualidades mágicas dos ramos desta planta para procurarem água no solo e detectar a presença de minerais preciosos.

 

Composição nutricional e bebefícios associados ao consumo

100g de miolo de avelã (ou seja, a parte comestível), contém:

Energia689kcal
Proteína14g
Hidratos de carbono6g
Lípidos66,3g
– dos quais saturados4,9g
– dos quais monoinsaturados52,2g
– dos quais polinsaturados6,2g
– ácido linoleico6,1g
Hidratos de carbono6g
Proteína14g
Sal0g
Fibra6,1g
Vitaminas
– Tiamina0,3mg
– Riboflavina0,16mg
– Niacina1,8mg
– Equivalentes da niacina5,2mg
– Triptofano3,4mg
– Vitamina B60,59mg
– Folatos73µg
Minerais
– Sódio2mg
– Potássio730mg
– Cálcio250mg
– Fósforo270mg
– Magnésio160mg
– Ferro3mg
– Zinco2mg

 

A avelã é muito nutritiva e energética, antioxidante e vermífuga (elimina parasitas intestinais). Recomenda-se em casos de diabetes, tuberculose e hipertensão. É ainda aconselhada a desportistas, grávidas e adolescentes. Rica em arginina, que tem a capacidade de modificar a actividade dos receptores do colesterol, pode reduzi-lo e servir de regulador lipídico.

Na antiguidade, era utilizada principalmente para combater crises de rins, pois atribuíam-lhe a capacidade de dissolver os cálculos. O pólen das flores de aveleira é, também, um bom remédio para combater a epilepsia. Este fruto contém, ainda, inibidores de protease, que têm uma reconhecida acção anticancerígena. As folhas têm uma acção anti-inflamatória e adstringente.

Sendo recomendado como tónico venoso em situação de varizes, este fruto seco também serve para combater a fragilidade capilar e os edemas causados por insuficiência venosa. Esta fruta é ainda anti-diarreica e, em uso externo, alivia varizes, úlceras, hemerróidas e inflamações orofaríngeas. 

 

Na gastronomia

Este fruto combina bem com pratos de aves e caça, pode ser usado para guarnecer pratos de peixe e crustáceos e é, também, muito utilizado na confecção de sobremesas, de bolos, de biscoitos e de cremes. Aconselha-se a conservação do miolo de avelã no frigorífico para evitar que rance.

O seu valor nutritivo será ainda mais preservado se guardar as avelãs com casca e descascá-las só no momento de as utilizar. A manteiga de avelã é mais digestiva que a própria avelã. Em pastelaria, dá uma consistência mais cremosa que a avelã em pó e fica deliciosa barrada no pão.

 

Sugestões de utilização:

Aveludado de couve-flor e avelã

Croquetes de lentilhas com avelãs

Mousse de avelã

Brownie de avelã

Bolo de chocolate e avelãs na caneca

Bolinhos de chocolate e avelã

 

 

https://bmcmedicine.biomedcentral.com/articles/10.1186/s12916-016-0730-3

https://lifestyle.sapo.pt/saude/peso-e-nutricao/artigos/emagrecer-com-avelas

https://www.vidaativa.pt/avela/

 

20 comentários

Comentar post