Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Liberdade aos 42

Liberdade aos 42

19
Mar20

Dia do Pai...


Há um ano publiquei este texto (que mereceu honras de destaque da Equipa SAPO Blogs e que muito me sensibilizou) para homenagear o Meu Pai... para mim, nada mudou desde então... mas acredito que, para muitos, que ainda têm a Felicidade de ter o Pai vivo, este será um ano muito diferente do habitual... mas não desanimem... lembrem-se que toda esta situação expecional irá passar e que, depois, terão a oportunidade de celebrar o vosso Pai sem qualquer distanciamento social... 

Entretanto, para aqueles que, mesmo nesta situação, podem estar com o vosso Pai, em presença física, deixo-vos uma receita docinha para confeccionarem e partilharem...

 

Bolo do Pai

 

Bolo do Pai

Ingredientes:

  • 200 g de açúcar
  • 200 g de farinha de trigo com fermento (autolevedante)
  • 50 g de amido de milho
  • 150 g de manteiga
  • 5 ovos grandes
  • 150g de fruta, a gosto (fresca ou congelada)
  • 1 cálice de vinho do Porto (ou licor, a gosto)
  • 1 colher de chá de canela em pó (opcional)
  • 100ml de leite ou bebida vegetal (aveia, soja, amêndoa)

 

Preparação:

Pré-aquecer o forno a 180 º C.

Untar e polvilhar, com farinha, uma forma redonda ou rectangular (20cm de diâmetro ou 20x20cm).

Bater a manteiga com o açúcar até obter um creme esbranquiçado.

Juntar as gemas e continuar a bater.

Adicionar a farinha, o vinho do Porto, o leite (ou bebida vegetal) e a canela.

Bater as claras em castelo e adicionar à massa, envolvendo-as suavemente.

Deitar a massa na forma e espalhar a fruta por cima (previamente misturada com o amido de milho).

Levar ao forno por 40 a 45 minutos (fazer o teste do palito para verificar a cozedura).

Dica: Se o bolo começar a ganhar cor, a meio da cozedura, colocar uma folha de papel de alumínio por cima para este não queimar.

Sugestões:

  • se não tiverem amido de milho, usem farinha de trigo.
  • usem a fruta que tiverem disponível, cortada em pequenos cubos (se usarem frutos vermelhos, não precisam de os cortar)

 

Bom apetite!

 

36 comentários

Comentar post

Pág. 1/2