Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Liberdade aos 42

Liberdade aos 42

17
Fev19

No caminho da Felicidade...


Hoje em dia parece (quase) inevitável falar e, sobretudo, ouvir falar de crise.

Uma das formas mais inteligentes, eficazes e úteis, que conheço e recomendo, de combater a crise (qualquer que seja a sua origem/motivação/contexto/dimensão) é procurar e seguir “o caminho da felicidade” que, desconfio, reside sempre no mesmo sítio, no recanto mais recôndito, no interior de cada um de nós…

Felicidade é “coisa” difícil (se não, mesmo, impossível) de definir, é algo muito pessoal, individual e intrínseco, depende das expectativas, das prioridades, da forma como olhamos as coisas/os acontecimentos/os pensamentos e, sobretudo, da importância que lhes atribuímos.

É curioso (ou talvez não) perceber que a felicidade é algo desejado por todos, mas com significados e conceitos distintos e que, alcançá-la (seja lá o que isso for) depende, em grande medida, da atitude de cada um de nós…

E... às vezes... não custa mesmo nada... foi o que aconteceu comigo, ontem à noite, enquanto assisti ao concerto do António Zambujo!

Como, certamente, muitos de vós saberão, trata-se de um talentoso músico português, oriundo do Alentejo (natural de Beja), dono de uma doce, terna e absolutamente invejável e inesquecível voz que, confesso, me mantém completamente enamorada desde o primeiro momento em que o ouvi (e vi), no (“longínquo”) ano de 2009, era ele ainda um ilustre desconhecido em terras lusas, apesar de já ser sobejamente reconhecido, muito apreciado e aplaudido, fora do nosso “retangulozinho à beira-mar plantado”

Felizmente, hoje, a realidade é bem diferente! O António é, um compositor e intérprete (humilde, simpático e genuíno, sem “vedetismos”), de mérito conhecido e reconhecido, muito acarinhado pelo público português, que se rendeu completamente ao seu encanto e lhe presta a justa homenagem, esgotando salas de norte a sul, para ter o privilégio de o escutar ao vivo.

Eu já tive o grato privilégio de assistir a vários dos seus concertos, ao longo da última década e... recomendo vivamente! 

Espero que tenham gostado da partilha deste meu momento (especial) de Felicidade!...

Agora é a vossa vez… não percam mais tempo!!!… Procurem, agora, a vossa Felicidade (já vos disse onde, desconfio, que ela mora) … encontrem-na, agarrem-na e não a deixem fugir… SEJAM FELIZES, por favor!

2 comentários

  • Imagem de perfil

    MJP 20.02.2019

    Muito Obrigada!
    E... eu gosto de partilhar (os meus) momentos de Felicidade com os outros!
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.