Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Liberdade aos 42

... a vida depois da enfermagem...

Liberdade aos 42

... a vida depois da enfermagem...

06
Fev20

Sobre o AMOR e a sua expressão...


Não é novidade falar de AMOR, aqui, no blog... mas, desta vez, a reflexão foi suscitada por esta publicação da Isabel...

Considero que AMAR é a capacidade mais extraordinária que o Ser Humano possui e que deve ser exercitada ao máximo, consubstanciando actos da mais pura generosidade e genuinidade...

Lamentavelmente, muitas vezes, a expressão de afecto (genuína e desinteressada) é traduzida, pelo outro, como lamechice, carência afectiva e é, precisamente, o contrário... só quem conhece a importância da partilha de afectos, a importância de ser amado, é capaz de demonstrar, sem qualquer vergonha, sem receio de parecer ridículo, o seu afecto... é, portanto (a meu ver), um sinal de maturidade emocional...

Acredito, muito sinceramente, que AMAR nunca é errado! O AMOR, como eu o entendo (uma energia boa, que conforta, que faz sorrir o nosso coração), será sempre uma dádiva... uma (a melhor) solução...

Acontece, com frequência, as pessoas se sentirem constrangidas com demonstrações de afecto, sobretudo, em público... parece que a palavra AMO-TE, apenas é permitida entre pares românticos ou, eventualmente, entre pais e filhos (ou irmãos), como se o AMOR se confinasse a essas tipologias de relações...

Eu AMO os Meus AMIGOS e gosto que eles saibam o que sinto... mas, no início, é constrangedor, porque não somos educados para a expressão dos afectos e, facilmente, a palavra AMO-TE adquire a conotação romântica...

A verdade é que, com (muita) facilidade dizemos ADORO-TE, mas é com (alguma) dificuldade que pronunciamos a palavra AMO-TE... mas se é AMOR que queremos expressar porque nos coíbimos de usar a palavra certa?!... simplesmente, porque tememos o julgamento alheio, porque a expressão do AMOR, em todas as suas formas, ainda é um assunto tabu (atrevo-me a dizer, o maior tabu) para muitas pessoas...

Sejam Felizes e contribuam para a Felicidade alheia... espalhem (o vosso) AMOR pelo Mundo!

 

40 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D