Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Liberdade aos 42

Liberdade aos 42

14
Ago20

A Liberdade de...52 semanas depois!


Foi no dia 16 de Agosto de 2019 que dei início à rubrica "A Liberdade de...".

Desde então já aqui foram publicados 52 textos bastante distintos, entre si, apesar de, todos eles, versarem a mesma temática...

A todas as pessoas que, tão gentilmente, acederam a contribuir com as suas reflexões, enriquecendo de forma extraordinária este espaço de partilha, agradeço do fundo do coração! 

A aventura irá continuar, pois já percebemos que o tema não se esgota (e a vossa generosidade de partilhar o vosso testemunho também não, felizmente!)... 

 

pomba liberdade2.jpgImagem da autoria de: Olga Cardoso Pinto

 

20
Nov19

Paisagens de Portugal...


Para quem conhece a minha Paixão por fotografia de Natureza, não será difícil imaginar o quanto fiquei Feliz e entusiasmada com o desafio que a  Equipa lançou a esta Extraordinária Comunidade de sapinhos...

Muito Obrigada à Equipa SAPO Blogs por (mais) esta Maravilhosa ideia... confesso que me tenho deliciado com as magnifícas imagens partilhadas, que me têm permitido conhecer inúmeros recantos mágicos deste nosso Belo País...

Para os mais distraídos, que não sabem a que me refiro... não percam mais tempo e descubram tudo aqui.

Aproveito para partilhar, convosco, mais algumas imagens do Meu Algarve...

 

Cabanas de Tavira.JPGCabanas de Tavira

 

Ria de alvorRia de Alvor (manhã de nevoeiro)

 

Algar seco.JPGAlgar Seco_Carvoeiro

 

Ferragudo.JPGFerragudo_Lagoa

 

serenidade....JPGSítio do Vidigal_Portimão

 

Ria de Alvor....JPGRia de Alvor

 

Neblina matinal....JPG

Ria de Alvor (manhã de nevoeiro)

 

Tavira_CM.JPGTavira

 

MC.JPGMonte Clérigo

 

SagresSagres

 

Farol_CSV.JPGCabo de São Vicente_Sagres

 

Tvr_PRTavira_Ponte Romana

 

22
Ago19

E se...


E se... após algumas rasteiras (apenas para testar o teu equilíbrio), a Vida te convidasse a percorrer um caminho alternativo... um atalho, sem GPS, sem "ancoragem"... um trilho de aventura e incerteza, repleto de pontes e muralhas, de encontros e desencontros, de lágrimas e sorrisos, de música e silêncio, de luz e de sombra, de estrelas brilhantes e nuvens cinzentas, de pingos de chuva e raios de Sol, de Mares profundos e altas montanhas, de planaltos e planícies, de voracidade e de saciedade, de gáudio e fleuma, de sucessos e fracassos, de avanços e recuos, de junções e separações...

Aceitarias o desafio?!...

 

trilho.JPG

Um trilho de aventura...

 

12
Ago19

11 de Agosto... meio ano de blogosfera...


E... eis que, já passaram seis meses...

O tempo corre apressado... confesso que , às vezes, falha-me o passo para acompanhar a sua velocidade... será de mim, que me tornei mais "lenta"?!... ou será a vertigem do tempo, que urge em se consumir?!...

Quando (depois de muita ponderação) decidi iniciar a minha aventura, aqui, na blogosfera, confesso que, "não sabia ao que vinha", não trazia expectativas (coisa estranha e rara, em mim)... queria, apenas, escrever (continuo a querer a mesma coisa: escrever)... sem grande planeamento, ao sabor da vontade, sem temas pré-definidos, sem "formatações mentais", sem rótulos, sem filtros, sem objectivos delineados...

Seis meses volvidos, o balanço é francamente positivo... encontrei pessoas que me cativaram pela sua sensibilidade, generosidade, inteligência, sentido de humor... que me desafiam e me estimulam, diariamente, que me "roubam" lágrimas, sorrisos e gargalhadas, que me fazem apreciar o tempo que, por aqui, passo...

E... porque sou pessoa de afectos, de criar laços, de construir pontes... decidi criar uma rubrica no blog, a que chamarei "A Liberdade de...", onde (à sexta-feira), os protagonistas serão alguns vizinhos, aqui do bairro, que desafiarei a escrever sobre Liberdade...

Fiquem atentos que, o primeiro texto será publicado já, na próxima, sexta-feira...

Aproveito, desde já, para agradecer a vossa generosa colaboração!

 

 

31
Jul19

Desafio dos 50...


Já sabem o quanto gosto de fotografar (Natureza) e partilhar algumas das minhas fotos...

Ultimamente (desde meados de Junho) é, a observar esta paisagem (e rodeada de livros), que escrevo a maior parte dos textos que publico, aqui, no blog...

 

Ria Alvor_.JPGRia de Alvor

 

É, mesmo, o Melhor de dois Mundos, os livros que AMO e que, sempre, me acompanharam ao longo da Vida, e a Ria de Alvor que, aprendi a AMAR, quando me mudei para o Barlavento, em 2012...

Serve, esta nota introdutória, como ponte, para escrever sobre emoções, evolução, aprendizagem... "maturidade"...

Encontrando-me à beirinha dos 43... mas, ainda, a alguma distância dos 50... quando a imsilva, autora do blog pessoas e coisas da vida me desafiou a escrever sobre o tema... hesitei... porque não me revejo em datas, em "marcos" ditados pelos números da idade...

Sempre associei "maturidade" a experiência de Vida e, nunca, a anos acumulados... recuso-me a aceitar que a Minha Vida seja "definida" por um (qualquer) número... já me senti mais velha (e muito mais nova) do que a idade, que os números insistiam em atribuir-me, dependendo da fase da Vida em que me encontrava, determinada pelas experiências que ia vivenciando.

A verdade é que, não gosto de celebrar o aniversário e, não é por me sentir mais velha ou sentir que estou em "contagem decrescente", é pelo, simples, facto de celebrar a Vida todos os dias... e não sentir, por isso, o dia do meu aniversário como uma data Especial, a merecer destaque...

Gosto de celebrar a simplicidade do quotidiano... os gestos singelos e banais, os sorrisos, os abraços, os pormenores (que passam despercebidos, ao comum dos mortais), a beleza que se dissipa e se renova a cada instante, a água que se agita ao sabor do vento, o suave aroma da brisa marítima, a Luz do Sol que ilumina e aquece... a subtileza dos instantes efémeros..

Não tenho, por isso, expectativas sobre o que serão os meus 50... vivo um dia de cada vez, grata por cada instante que me é concedido...

A Vida (não creio que, a idade) ensinou-me a ser menos impulsiva (menos reactiva), mais tolerante, a escolher as batalhas que quero travar, a alhear-me do que nada me acrescenta (e que, apenas, me desorienta e consome), a viver no presente, a reconhecer o meu tempo como o meu activo mais precioso e a usá-lo com critério e sabedoria, a dedicar-me a quem AMO e ao que AMO... a Viver de forma intensa e apaixonada, sem me preocupar com juízos alheios... a Ser Livre nas (minhas) escolhas e a respeitar Liberdades (e escolhas) alheias... a Saborear a Vida com a certeza de que, cada momento, é único, efémero e irrepetível...

E... basicamente, é isto que espero para o resto da Minha Vida... acrescentar Vida aos anos, muito mais do que, acrescentar anos à Vida...

  

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub