Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Liberdade aos 42

Liberdade aos 42

12
Mai21

Dia Internacional do Enfermeiro!


Hoje, 12 de Maio, comemora-se o Dia Internacional do Enfermeiro!

"A Enfermagem é uma arte; e para realizá-la como arte, requer uma devoção tão exclusiva, um preparo tão rigoroso, quanto a obra de qualquer pintor ou escultor; pois o que é tratar da tela morta ou do frio mármore comparado ao tratar do corpo vivo, o templo do espírito de Deus? É uma das artes; poder-se-ia dizer, a mais bela das artes!"

Florence Nightingale

 

image.jpg"Anjos na terra"_ Mural de Mr.Dheo_V.N.Gaia

(para mais informações, clicar na imagem!)

 

12
Mai20

Ser Enfermeira...


Hoje, 12 de Maio, assinala-se em Portugal, e pelo mundo fora, o Dia Internacional do Enfermeiro.

Foi no longínquo mês de Abril de 1996 que entrei para a Escola de Enfermagem... estava longe (muito longe) de imaginar o que me esperava...

Não sentia qualquer espécie de "vocação", ao contrário dos restantes 24 colegas que compunham a turma e que afirmavam, sem sombra de dúvida, estar ali por vocação... a mim, movia-me a vontade de ser útil, de ajudar o próximo e de garantir um emprego honesto que me sustentasse...

Das primeiras coisas que me ensinaram foi que, para ser Enfermeira, era preciso "saber ser, saber estar e saber fazer"... cedo me apercebi que o mais fácil era, sem dúvida, o "saber fazer", a competência técnica, aquele conhecimento que se adquire com o estudo, o "saber livresco"... o verdadeiro desafio residia no "saber ser e no saber estar"...

Cedo percebi que ser Enfermeira é muito mais do que realizar um trabalho/ter um emprego...

Ser Enfermeira é estar imbuída de um espírito de Missão... a Missão de melhorar a qualidade de Vida de quem connosco se cruza e se, possível, contribuir para o Milagre de salvar Vidas...

Ser Enfermeira é uma pele que se veste e que se agarra a nós para sempre, por mais que nos afastemos do exercício profissional activo...

Ser Enfermeira não é ter uma profissão glamorosa... é aprender a lidar com odores desagradáveis (fezes, urina, vómito, sangue, carne putrefacta) e visualizar imagens, por vezes, aterradoras...

Ser Enfermeira é aprender a lidar com o sofrimento diário de quem nos procura - sem deixar que este nos consuma ou nos torne indiferentes - e vê em nós a solução para os seus problemas, que espera o Milagre que, tantas vezes, não somos capazes de operar e que nos dilacera o coração...

Ser Enfermeira é não mentir, mesmo, quando a verdade dói (muito) e aniquila o sorriso de quem a escuta...

Ser Enfermeira é estar presente... não abandonar, não fugir, mesmo, quando o medo e a dor, da impotência e da frustração, nos invadem e as lágrimas se soltam em cascata...

Ser Enfermeira é abraçar... é partilhar silêncios, lágrimas, sorrisos e gargalhadas... é AMAR aqueles que confiam em nós e nos concedem a graça de os cuidarmos...

Ser Enfermeira é ter o Enorme privilégio de privar com Heróis e Heroínas da Vida Real... para eles, o meu aplauso e gratidão!

Para mim, Enfermeira é, essencialmente, alguém que cuida de gente e que gosta muito de gente... porque, só CUIDA quem AMA! 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub