Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Liberdade aos 42

Liberdade aos 42

06
Ago19

Estupeta de atum...


Ontem falei-vos da estupeta de atum... 

estupeta de atum é um produto típico da região do Algarve (Sotavento), que resulta da salga húmida de pedaços de atum (as partes menos nobres). Tem cor castanho-escura, consistência firme e sabor salgado.

"Investigações várias ao longo dos anos permitem concluir, com base nas características de construção dos tanques de salga e no horizonte arqueológico que os acompanha, que a atividade da salga era exercida no período lusitano-romano e, supostamente também, a preparação deste produto. O atum nesta região é, na prática, totalmente aproveitado. Assim, o peixe que não serve para a muxama, servirá para a estupeta. As suas partes menos nobres, tais como barrigas, músculos da cabeça e das barbatanas, servem para a simples salga".

 

Deixo-vos a receita tradicional:

 

E_A.JPGEstupeta de atum


Ingredientes (2 pessoas):

  • 300gr de atum salgado (para estupeta)
  • 1 cebola (pequena)
  • 250gr de tomate encarnado (mas rijo)
  • 1 pimento verde (médio)
  • 2,5dl de azeite
  • 1dl de vinagre


Preparação:

Desfia-se o atum, lava-se em água fria e espreme-se muito bem, apertando-o.

(Lava-se e espreme-se, as vezes que forem necessárias, para retirar o excesso de sal ao atum)

Depois de muito bem espremido deita-se numa taça de vidro ou de barro.

Junta-se a cebola, o tomate e o pimento (cortado aos cubos).

Rega-se tudo com o azeite, mexe-se e, no final, adiciona-se o vinagre.

Volta a mexer-se a estupeta e conserva-se no frigorífico durante, pelo menos, duas horas antes de servir.

Bom apetite!

 

05
Ago19

Matar saudades...


Algarve... Agosto... Calor... E.N.125... Eu (algarvia, filha do verão), que lido muito mal com o calor e com a confusão... os ingredientes "perfeitos" para o "desastre"... só que não!...

Gosto de conduzir... por isso, arrisquei fazer o percurso, de Portimão a Tavira, pela E.N.125, em pleno verão!!!... 2 horas e 100kms depois, cheguei ao destino... sem sobressaltos...

A viagem fez-se de conversas animadas, ao som da M80 (não me perguntem que músicas ouvi porque, de facto, não me recordo... mas... constituiram a banda sonora perfeita...)!

Sem parar em casa... rumei a Vila Real de Santo António...

 

VRSA.JPGVila Real de Santo António

 

Na minha mente, estupeta de atum!!!... o destino só poderia ser o restaurante "O Pescador", um ambiente informal, despretensioso e descontraído, de frente para o Guadiana...

A estupeta não desiludiu... continua deliciosa (temperada, por mim, com muito vinagre)!!!

 

E_A.JPGEstupeta de atum

 

Como prato principal, optámos por bife de atum à algarvia, que estava maravilhoso!!!

 

B_A.JPGBife de atum à algarvia

 

ADORO comer!!!... mas... o meu estômago não comporta grandes quantidades... por isso, a meia dose (na foto), deixou-me mais do que saciada... sem espaço para qualquer sobremesa...

Depois... fui matar saudades do Guadiana (onde, este, encontra o Mar)... e que bom é, voltar, a locais onde somos, sempre, Felizes!...

 

G_M.JPGRio Guadiana

 

De volta a Tavira... rever amigos e família... e, ao fim do dia, finalmente, o regresso a casa, às memórias, ao calor intenso de uma noite de verão (muito diferente a Barlavento)...

No domingo, despertei ao som do galo da vizinha, sempre repleto de energia, indiferente à idade...

Depois do almoço, o regresso a Portimão, com (muita) disponibilidade temporal e mental, para mais 2h de travessia, pela E.N.125...

Foi um fim-de-semana Feliz, de reencontros e abraços, que me deixou de coração cheio...