Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Liberdade aos 42

Liberdade aos 42

20
Ago20

Do dia de ontem...


Ontem foi um dia repleto de emoções...

A todas aquelas Pessoas Maravilhosas que fazem parte da Minha Vida e que, por força das circunstãncias, não puderam estar comigo (fisicamente), quero expressar o meu mais profundo agradecimento pelas demonstrações de carinho, Amor e Amizade com que fui generosamente brindada, ao longo de todo o dia...

Sinto-me, de facto, imensamente privilegiada e grata por fazerem parte da Minha Vida, inclusivamente aquelas Pessoas reais do mundo virtual que  me surpreenderam e me deixaram profundamente comovida!  

 

Presente Aniversário.JPGUm presente de aniversário

 

14
Ago20

A Liberdade de...52 semanas depois!


Foi no dia 16 de Agosto de 2019 que dei início à rubrica "A Liberdade de...".

Desde então já aqui foram publicados 52 textos bastante distintos, entre si, apesar de, todos eles, versarem a mesma temática...

A todas as pessoas que, tão gentilmente, acederam a contribuir com as suas reflexões, enriquecendo de forma extraordinária este espaço de partilha, agradeço do fundo do coração! 

A aventura irá continuar, pois já percebemos que o tema não se esgota (e a vossa generosidade de partilhar o vosso testemunho também não, felizmente!)... 

 

pomba liberdade2.jpgImagem da autoria de: Olga Cardoso Pinto

 

12
Mai20

Ser Enfermeira...


Hoje, 12 de Maio, assinala-se em Portugal, e pelo mundo fora, o Dia Internacional do Enfermeiro.

Foi no longínquo mês de Abril de 1996 que entrei para a Escola de Enfermagem... estava longe (muito longe) de imaginar o que me esperava...

Não sentia qualquer espécie de "vocação", ao contrário dos restantes 24 colegas que compunham a turma e que afirmavam, sem sombra de dúvida, estar ali por vocação... a mim, movia-me a vontade de ser útil, de ajudar o próximo e de garantir um emprego honesto que me sustentasse...

Das primeiras coisas que me ensinaram foi que, para ser Enfermeira, era preciso "saber ser, saber estar e saber fazer"... cedo me apercebi que o mais fácil era, sem dúvida, o "saber fazer", a competência técnica, aquele conhecimento que se adquire com o estudo, o "saber livresco"... o verdadeiro desafio residia no "saber ser e no saber estar"...

Cedo percebi que ser Enfermeira é muito mais do que realizar um trabalho/ter um emprego...

Ser Enfermeira é estar imbuída de um espírito de Missão... a Missão de melhorar a qualidade de Vida de quem connosco se cruza e se, possível, contribuir para o Milagre de salvar Vidas...

Ser Enfermeira é uma pele que se veste e que se agarra a nós para sempre, por mais que nos afastemos do exercício profissional activo...

Ser Enfermeira não é ter uma profissão glamorosa... é aprender a lidar com odores desagradáveis (fezes, urina, vómito, sangue, carne putrefacta) e visualizar imagens, por vezes, aterradoras...

Ser Enfermeira é aprender a lidar com o sofrimento diário de quem nos procura - sem deixar que este nos consuma ou nos torne indiferentes - e vê em nós a solução para os seus problemas, que espera o Milagre que, tantas vezes, não somos capazes de operar e que nos dilacera o coração...

Ser Enfermeira é não mentir, mesmo, quando a verdade dói (muito) e aniquila o sorriso de quem a escuta...

Ser Enfermeira é estar presente... não abandonar, não fugir, mesmo, quando o medo e a dor, da impotência e da frustração, nos invadem e as lágrimas se soltam em cascata...

Ser Enfermeira é abraçar... é partilhar silêncios, lágrimas, sorrisos e gargalhadas... é AMAR aqueles que confiam em nós e nos concedem a graça de os cuidarmos...

Ser Enfermeira é ter o Enorme privilégio de privar com Heróis e Heroínas da Vida Real... para eles, o meu aplauso e gratidão!

Para mim, Enfermeira é, essencialmente, alguém que cuida de gente e que gosta muito de gente... porque, só CUIDA quem AMA! 

 

29
Abr20

Muitos Parabéns Minha Querida!


Foi no (longínquo) dia 19 de Fevereiro de 2019 que me encontraste por estas paragens e, desde então, mantemo-nos unidas nesta Vida virtual...

Conquistaste (por mérito próprio) um lugar de destaque no Meu coração... és uma Pessoa Muito Especial de quem é impossível não gostar...

Tornaste-te uma AMIGA (e olha que, para mim, AMIZADE é uma coisa muito séria!)... é um enorme privilégio ter-te como Amiga e ser tua Amiga!

Em Agosto conhecemo-nos pessoalmente, o que "apenas" serviu para confirmar todas as tuas qualidades... és genuína, com uma alma iluminada e um coração generoso, dotada de um optimismo admirável e contagiante...

Apesar da geografia teimar em nos separar, o laço que nos liga une-nos (ainda) mais a cada dia que passa...

Muito Obrigada por me teres encontrado, por permaneceres na Minha Vida e por seres a Pessoa Maravilhosa que és!

Hoje é o Teu Dia! Feliz Aniversário Minha Querida Luísa!

 

Alvor_Ria.JPGFoi aqui que nos encontrámos numa tarde soalheira e um pouco ventosa...

 

11
Fev20

1 ano de "Vida blogosférica"...


E, para quem não sabe, foi assim que tudo começou há, precisamente, um ano...

Estava longe de imaginar que este espaço de Liberdade partilhada me permitiria conhecer Pessoas Maravilhosas, que se tornaram parte da minha Vida... tem sido uma deliciosa aventura, repleta de emoções, cujo balanço é francamente positivo...

Muito Obrigada a todos quantos têm a amabilidade e gentileza de dedicar algum do seu tempo a ler (e comentar) o que vou partilhando... espero que se sintam sempre bem-vindos e devidamente acolhidos nesta minha casa que, também, é vossa... 

Sejam Felizes e contribuam para a Felicidade alheia... espalhem (o vosso) AMOR pelo Mundo!

 

a_b.JPG

Um lugar de Paz e tranquilidade... onde me sinto em casa!

 

05
Dez19

Surpresa e Gratidão...


Foi com enorme surpresa, satisfação (e gratidão), que me deparei com o destaque do excerto de um post que escrevi há imenso tempo (11 de Maio), no dia em que completei três meses de Vida nesta Maravilhosa Comunidade, que é a blogosfera SAPO.

De imediato, recordei (com emoção), exactamente, o que havia escrito (e a razão para tal)... fui reler o post (e os comentários) e, de facto, o que me deixa verdadeiramente Feliz é que, passados estes meses, continuo a pensar (e a sentir) da mesma forma (e a família, até, aumentou!)... sinto-me (muito) privilegiada por poder interagir com pessoas Maravilhosas que, todos os dias, acrescentam momentos preciosos à Minha Vida...

Muito Obrigada por se tornarem parte da Minha Vida e por me deixarem participar da vossa, também!

Gostaria de deixar, também, uma palavra de apreço e admiração, à Equipa SAPO Blogs, pelo trabalho realizado diariamente (o visível e o invisível) e pela sensibilidade demonstrada, sempre atentos e disponíveis para esclarecer qualquer dúvida ou resolver problemas, para que todos possamos interagir e partilhar experiências.

Esta é, de facto, uma Comunidade "com gente dentro" , pessoas que se preocupam, que são solidárias, que se emocionam... pessoas que não se conhecem (na esmagadora maioria) mas que, mesmo assim, fazem a diferença na Vida uns dos outros!

 

família.JPG

 

“A natureza uniu-nos numa imensa família, e devemos viver as nossas vidas unidos, ajudando uns aos outros.”

Séneca

 

13
Out19

Para Ti...


Hoje, escrevo para Ti, Meu Querido Pai...

Se fosses vivo, completarias, hoje, 90 anos (que bela idade!)... mas, infelizmente, há muito que me deixaste (apenas fisicamente, eu sei!)... tempo de mais... demasiado cedo... mas... "é a Vida" (como, sempre, me dizias)...

Não te preocupes, não vou queixar-me da Vida, nem das suas circunstâncias... sempre me ensinaste a ser corajosa (modéstia à parte, até, acho que nem te saiste nada mal...), a encarar a Vida "de frente", a assumir, a aceitar e a integrar os acontecimentos da Vida (causados por mim ou por terceiros)... a "dar a volta por cima", a lutar para mudar o que não me agradava, a renascer a cada "tropeção" ("só se levanta quem cai", como Tu dizias...), a não ter medo nem vergonha de expressar sentimentos e opiniões (mesmo que o resultado final não seja o esperado)... a ser humilde, genuína, honesta, generosa, tolerante, leal, AMIGA...

Ensinaste-me o valor da Liberdade (teria, eu, uns quatro anos!... um dia conto, por aqui...), algo que tanto prezavas e respeitavas...

Ensinaste-me tantas coisas que não "cabem" em palavras... és a prova clara de que sabedoria e instrução (académica) são coisas bem distintas... eras bem mais sábio, com a tua 4ªclasse, do que eu, alguma vez serei, com os meus sucessivos graus académicos...

Foste o Meu Melhor exemplo, o Meu Melhor Professor... nunca falavas das coisas antes de as fazeres... primeiro exemplificavas (fazendo) e depois explicavas-me o procedimento e as razões subjacentes a cada pormenor... ensinaste-me a ser curiosa... a não ter medo de questionar e de assumir (o) que não sabia... ensinaste-me que a dúvida corrói e que não devemos viver com ela...

Ensinaste-me a AMAR a Vida e tudo o que ela contém (sem lhe querer subtrair peças)...

Ensinaste-me a ser uma Pessoa, com gente dentro (como Tu eras!)...

AMO-TE Muito!

 

Sagres

Sagres... (...do Nosso lugar...) 

 

08
Out19

Romãs...


Já, por aqui, expressei variadíssimas vezes o meu AMOR e Gratidão para com a Natureza... mas, na verdade, não conheço palavra capaz de demonstrar o que sinto, a grandeza e intensidade do sentimento que me invade...

Neste Outono, a Natureza foi, particularmente, generosa e deu-nos imensas romãs lindas e deliciosas... actualmente, a nossa maravilhosa romãzeira (romaneira ou, até, romeira, como se diz por aqui) é a rainha da horta...

 

Romãs_a

Antes...

 

Romãs_d

Depois...

 

23
Set19

Gratidão e Paz...


No passado sábado, 21 de Setembro, celebrou-se o Dia Mundial da Gratidão e o Dia Internacional da Paz.

O Dia Mundial da Gratidão, cuja origem remonta a 1965, no Hawaii (onde um grupo de pessoas, oriundas de várias partes do Mundo, se juntou para reflectir sobre a ideia de definir um dia do ano para agradecer, por todas as coisas boas que ocorrem no Universo), pretende estimular as pessoas a demonstrar o seu apreço e gratidão a todos aqueles que fazem parte das suas vidas e que, de alguma forma, contribuem para o seu bem-estar.

Já o Dia Internacional da Paz, surgiu em 1981, por iniciativa da ONU, tendo sido comemorado pela primeira vez em 1982 e adquirido estatuto oficial em 2002. Este Dia Internacional tem como objectivo sensibilizar para a (urgente) necessidade de Paz no Mundo e promover atitudes (e actos) que conduzam ao fim dos conflitos entre os Povos e à consagração da Paz Mundial...

Gratidão e Paz andam de mãos dadas (pelo menos, procuro que assim seja, na Minha Vida)...

Quem, por aqui, me lê já se apercebeu, certamente, de que AMOR, Amizade, Liberdade, Gratidão e Paz, são palavras recorrentes na minha escrita... são, de facto, conceitos (valores) que muito prezo e que norteiam a Minha Vida...

Acredito que o AMOR é a Energia que move o Universo sendo, por isso, essencial à Vida...

A Amizade é… “apenas” e tão somente, o maior e mais precioso tesouro! Sou uma privilegiada… tenho os MELHORES AMIGOS do Universo (e sou muito grata por isso)!... São eles que dão luz, cor e brilho à minha existência… sem eles não seria, seguramente, a pessoa que sou (e gosto de ser)

A Liberdade é um bem que muito prezo... é rebelde, dá trabalho, exige integridade, responsabilidade e respeito...

A Gratidão é a sublime expressão dos afectos...

O nosso primeiro acto de Gratidão deveria traduzir-se pela Gratidão de Existir, em que o "simples" facto de respirarmos nos deixa a transbordar de Alegria... em que somos, apenas, FELIZES, sem motivos aparentes ou externos... em que "deixamos fluir"... em que nos limitamos a SER...

Sou imensamente Grata ao Universo por ter colocado Pessoas Maravilhosas na Minha Vida, que partilham o Meu AMOR, a minha Alegria, os meus sorrisos, as minhas gargalhadas, as minhas lágrimas, as minhas conquistas e as minhas derrotas, que me abraçam, que são o meu farol e o meu porto de abrigo em dias de tempestade... 

A Paz é um bem essencial que, facilmente, tendemos a descuidar, visto que temos o enorme privilégio de não conhecer as atrocidades da guerra (do conflito armado)... muitas vezes, imersos na nossa bolha de conforto, consideramo-nos imunes a tudo e fechamos os olhos, por comodismo, tornamo-nos cúmplices (por omissão/ por inacção), escudamo-nos na nossa insignificância perante os Poderes instituídos e embalamos a nossa consciência... como se isso diminuísse a dor dos que sofrem a violência de tão bárbaros actos...

Não nos cinjamos aos Dias Oficiais e celebremos estes valores, diariamente... tornemo-nos cidadãos mais conscientes e interventivos, mais justos e generosos... Melhores Pessoas!

 

Rosa.jpegNo nosso jardim...

 

05
Set19

Sobre as despedidas...


"O mundo tinha aquele cheiro da terra depois de chover e também o terrível cheiro das despedidas. Não gosto de despedidas porque elas têm esse cheiro de amizades que se transformam em recordações molhadas com bué de lágrimas. Não gosto de despedidas porque elas chegam dentro de mim como se fossem fantasmas mujimbeiros que dizem segredos do futuro que eu nunca pedi a ninguém para vir soprar no meu ouvido de criança."

"Nas despedidas acontece isso: a ternura toca a alegria, a alegria traz uma saudade quase triste, a saudade semeia lágrimas, e nós, crianças, não sabemos arrumar essas coisas dentro do nosso coração."

Ondjaki, in Os da minha rua

 

Muito Obrigada por tudo o que me proporcionaram ao longo dos últimos meses... vou ter muitas saudades vossas, Meus Queridos Livros... mas vou de coração cheio, grata por cada momento vivido, por cada emoção despertada...

À Mónica... Muito Obrigada pela confiança, pelo carinho, pelas conversas, pelos sorrisos e gargalhadas partilhadas, por ser a Pessoa Maravilhosa que é... até já!

 

RA_UD.JPGRia de Alvor