Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Liberdade aos 42

... a vida depois da enfermagem...

Liberdade aos 42

... a vida depois da enfermagem...

05
Jul19

Há estacionar e... sair do lugar!...


Bom dia Pessoas Lindas e Maravilhosas!

Vou partilhar, convosco, uma perolazinha da vida de uma condutora (eu, mesma!)...

Outro dia... estacionei o meu carro numa rua de sentido único, com duas faixas, em que uma delas se destina ao estacionamento (devidamente sinalizado). Na altura, existiam dois lugares (consecutivos) livres (sendo que, o segundo, era o último da rua)... então... num gesto "fofinho" (que me caracteriza), decidi ocupar o primeiro lugar e "encostar" ao carro já estacionado, de modo a que, quem ocupasse o lugar restante tivesse mais "espaço de manobra" para estacionar...

Eis que... quando regresso, constato que uma alminha (muito pouco "fofinha") havia estacionado o seu carro, atrás do meu, bem "encostadinho" (sobrando imenso espaço livre atrás do seu carro!!!)...

Quando vi o meu carro, literalmente, "entalado" entre os outros dois, fiquei "passada" ("pronunciei" alguns palavrões, mentalmente)... mas... respirei fundo e... pus "mãos à obra" , que é como quem diz, executei sucessivas manobras para retirar o carro do estacionamento (abençoada direcção assistida e o génio que a inventou!!!... muito grata!!!)...

(de referir que, no outro lado da rua, mesmo em frente ao "meu" local de estacionamento, se localiza um café, com esplanada, e que estava povoado de especimens masculinos a apreciar a cena...)

Quando, após sucessivas manobras, bem sucedidas (porque, modéstia à parte, eu sou bastante boa a executar estas manobras), coloquei o carro na via de circulação... um dos "caramelos", sentados na esplanada, levanta-se, dirige-se à minha pessoa e diz:

"olha... eu sou o dono do carro de trás... tenho que te dizer que, p'ra "gaja", não tiveste nada mal... foste, mesmo, muita boa... do melhor que já vi..."

Ao que, eu, respondi, esboçando o melhor sorriso de que fui capaz (depois de contar, mentalmente, até cem!!!):

"obrigada!... já tu, como exemplar da espécie Humana, deixas muito a desejar!!!... tem um bom dia!..."

... e... segui viagem!...

 

05
Abr19

Crescer... depois dos 40...


Bom dia pessoas Lindas e Maravilhosas!!!

 

A história que vou partilhar é real e aconteceu comigo... mas... poderia, muito bem, ser uma "belíssima" anedota (acho que tem potencial para tal...).

 

Corria o ano 2017 e, eu, tinha 40 anos (adiante perceberão a relevância da informação!)...

 

Dirigi-me à Conservatória do Registo Civil, da cidade onde trabalhava, a fim de renovar o Cartão de Cidadão...

 

Às 9h, uma das funcionárias abriu a porta e anunciou "alto e bom som"...

 

"Vou ligar os computadores para ver se começam a "aquecer""

(o que me deixou em alerta, na expectativa de que, a qualquer momento, algo pudesse começar a fumegar...)

 

Aqui começavam os indícios de que, o que parecia um dia normal, talvez não viesse a ser bem assim...

 

Quando chegou a minha vez de ser atendida, dirigi-me ao balcão e comuniquei a razão da minha vinda...

 

A sra funcionária acompanhou-me a uma zona da sala, onde havia uma régua junto à parede e uma máquina, em frente, que tirava fotografias...

 

Ordenou-me que me encostasse à parede e disse:

"costas direitas, olhar em frente, não pode mexer-se, nem sorrir"... (de repente, pensei... "queres ver que fui detida"!!!)

 

Depois de confirmar o cumprimento das ordens, premiu o "botão da fotografia"... e exclamou: "está boa!" (e eu pensei... "boa" para uma presidiária...)

 

De seguida perguntou-me: "quer repetir a fotografia?"...

 

Perguntei: "na próxima... posso sorrir?"...

 

Como devem imaginar... a resposta da sra foi: "claro que não!"

 

Eu: "então... deixe estar!!! "...

 

Passámos, então, à "parte burocrática da coisa"  (introduzir os dados no computador)...

 

E, é quando, a sra inicia um monólogo com o seu computador...

 

"É sempre a mesma coisa... só fazes o que queres... andar p'ra frente não andas, não"...

 

(Eu permanecia em silêncio... a fazer um enorme esforço para não me rir...)

 

Eis que, chegado o momento de introduzir o dado referente à altura, a sra diz... "1,59m"!!!

 

PÁRA TUDO!!!... há mais de 20 anos que meço 1,56m (sempre fui pequenita...) e, não me parece que, aos 40, tenha crescido 3cm...

 

Alerto a sra de que o valor da minha altura não está correcto, apontando para o anterior Cartão de Cidadão...

 

Ao que a sra responde:"Isso é normal... a medição está correcta"!!!

 

Não me contive e respondi (mas tentei ser delicada, não fosse irritar a sra)... "de facto, não me parece nada normal, crescer 3cm aos 40 anos... mas... de medições não percebo nada... a sra é que manda... siga!!!"

 

Agora... "a cereja no topo do bolo"...

 

No exacto momento de introduzir o valor, a sra diz: "que lhe parece de colocarmos 1,58m?!... assim não nota tanta diferença!!!"...

 

Já sem argumentos... limitei-me a assentir com a cabeça e a "sorrir"...

 

E pronto... foi assim que cresci uns centímetros, depois dos 40...

 

(Garanto-vos que a história é real e... aconteceu, exactamente, como a descrevi...)

 

Dia Feliz!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D