Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Liberdade aos 42

Liberdade aos 42

23
Mar20

Precisamos de serenidade...


"A serenidade não é frivolidade nem complacência, é o mais elevado conhecimento e amor, a afirmação de que a realidade se encontra desperta, à beira de todas as profundezas e abismos. A serenidade é o segredo da beleza e a verdadeira substância de toda a arte."

Hermann Hesse

 

Cabanas de Tavira.JPGCabanas de Tavira (do meu arquivo pessoal)

 

A serenidade ajuda-nos a combater o medo e a usar o bem senso, condições essenciais para agir com responsabilidade e evitar comportamentos de risco!

Por favor, faça a sua parte... cumpra as orientações das Autoridades de Saúde!

 

Torne-se um agente de Saúde Pública...

seja o elo mais forte!

 

Mais informações aqui.

 

01
Out19

Sobre a serenidade...


"Conserve a sua serenidade. É a melhor prova de que o seu espírito é forte e equilibrado. Não permita que a azáfama das suas obrigações, as agitações exteriores e o barulho do exterior interfiram na sua paz interior, ao ponto de perturbarem a serenidade do seu espírito, sem a qual nem você, nem ninguém, é capaz de trabalhar bem. Não se apresse a fazer as coisas, como quem quer ver-se livre delas. Lembre-se de que a maior inimiga da perfeição é a pressa. Faça tudo com a serenidade de quem o faz por amor."

J.S.Nobre inComece o Dia Feliz

 

R_A.JPG

Estuário da Ria (Alvor)

 

28
Ago19

As gaivotas...


E... a cada instante... tudo muda...

Olho a Ria, maré cheia... parece que se pode caminhar sobre as águas (qual espelho que reflecte o firmamento)... as gaivotas deixam-se conduzir... "hoje, são patinhos" (como alguém disse...)!

 

gaivotas.JPGRia de Alvor

 

No instante seguinte, a brisa ondula toda a superfície... e as gaivotas... continuam a deixar-se levar...

Parecem serenas... indiferentes às alterações que a brisa vai provocando na superfície da água... parecem felizes a navegar ao sabor da corrente...

Às vezes, é bom ser gaivota, assim, à deriva, a deixar-se ir, simplesmente, ao sabor da corrente dos dias incertos, que se diluem na sua espuma...

   

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub