Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Liberdade aos 42

Liberdade aos 42

01
Jun19

Dia Mundial da Criança...


O Dia Mundial da Criança não é, apenas, uma festa onde as crianças ganham presentes. É um dia em que se dá voz aos milhões de crianças que continuam a sofrer de doenças, maus tratos, fome e múltiplas discriminações.

A preocupação com o bem-estar das crianças começou a evidenciar-se logo após a 2ª Guerra Mundial. Em 1946, um grupo de países da Organização das Nações Unidas (ONU) fundou a UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância). Mesmo assim, proteger os interesses das crianças, afigurou-se uma tarefa deveras complicada, visto que nem todos os países estavam interessados em contribuir para tal desiderato.

A comida escasseava e as famílias estavam mais preocupadas em retomar a sua vida normal do que com a educação dos filhos. As crianças viviam em condições muito precárias, sendo consideradas “adultos em miniatura” e forçadas a trabalhar arduamente, durante longas horas, sem quaisquer direitos e sem qualquer protecção. Mais de metade das crianças Europeias não sabia ler nem escrever.

Foi então que, em 1950, sob proposta da Federação Democrática Internacional das Mulheres, a ONU deliberou instituir um dia consagrado à defesa dos Direitos da Criança em todo o mundo, tendo sido celebrado, pela primeira vez, a 1 de Junho desse mesmo ano. Contudo, o dia é assinalado, oficialmente, a 20 de Novembro, data em que, no ano de 1959, foi aprovada, pela Assembleia-Geral da ONU, a Declaração dos Direitos da Criança e, em 1989, a Convenção dos Direitos da Criança (CDC), que assenta em quatro pilares fundamentais: a não descriminação; o superior interesse da criança; a sobrevivência e desenvolvimento e a opinião da criança. Nesse dia os Estados-Membros reconheceram que todas as crianças, independentemente da raça, cor, religião, situação social e nacionalidade, têm direito a afecto, amor e compreensão, alimentação adequada, cuidados médicos, educação gratuita, protecção contra todas as formas de exploração e a crescer num clima de Paz e Fraternidade. [Portugal ratificou a CDC em 21 de Setembro de 1990].

Actualmente, a pobreza, a fome, a privação de afectos, os casos de abuso, negligência e maus-tratos, o abandono escolar, a exclusão social e exposição a comportamentos desviantes, a falta de acessibilidade a cuidados de saúde, as doenças crónicas e a deficiência, o acréscimo de casos de obesidade e as doenças de cariz comportamental, configuram muitas das situações vividas pelas crianças... que... todos nós, enquanto cidadãos, devemos denunciar e combater de forma implacável, todos os dias, e não, apenas, neste dia emblemático.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub