Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Liberdade aos 42

Liberdade aos 42

16
Abr21

A Liberdade de... Gualter Pereira


O espírito consumista que desde tenra idade me equipa, persuade-me a acumular toda a liberdade que consiga, rapidamente, a preço de saldo. Não há espaço para a possibilidade de a distribuir graciosamente, de a apreciar nas mãos do próximo, de a cultivar num terreno comum de humanidade.

Ela, a liberdade, que já esteve literalmente pela hora da morte, é a mesma que agora me é entregue como direito sem regra, para benefício próprio, coxa por isso, da dimensão de empatia. A nova premissa é: "A minha liberdade começa onde termina a liberdade dos outros."

Talvez eu precise de abandonar esta visão de liberdade, focada na óptica do utilizador. Sim, e procurar produzi-la, mais do que a consumir. Quem sabe, seja necessário entrar no domínio do seu cultivo, não por processos industrializados, mas valendo-me dos métodos de uma certa agricultura artesanal.

E porque não fazer da sua colheita, um momento festivo de partilha e comunhão? Quiçá, no fim do dia, tocar à porta de um vizinho para lhe entregar um punhado do fruto colhido, numa demonstração personalizada de solidariedade.

De que me servirá ter em casa um prato cheio de liberdade, se a servidão agrilhoa o ambiente e o mundo do meu semelhante? De que serve a liberdade que não me desembaraça de mim mesmo?

Se um dia a escassez deste bem se generalizar, que a recordação da partilha e da doação, a alegria de encontrar o "Outro" solto de amarras, sejam propulsores poderosos para me fazerem retornar ao desejo inocente dos primeiros dias. Precisamos de ser livres, com seres livres ao nosso lado, para que a árvore da liberdade floresça e se cumpra na plenitude.

A liberdade é uma promessa cravada na terra de que somos feitos.

 

lbd

 

Texto e imagem da autoria de: Gualter Pereira

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub